quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Sobre preconceito e hipocrisia


Considero uma hipocrisia quando ouço alguém dizer que não tem qualquer tipo de preconceito. Isso é impossível! Caso contrário, não teríamos tantos conflitos motivados por rejeições. Somos humanos, e como tais, cheios de falhas e em constante processo de mudança. E é uma tremenda covardia não aceitar essas imperfeições e associar o preconceito a outros motivos que não os verdadeiros, como cor, origem ou opção sexual.

Quem nunca proferiu ou ouviu declarações do tipo "Tinha que ser preto!", "Vê se deixa de viadagem, porra!", "Que gorda invejosa...", "Aquele paraíba safado!" e outras afins?!? Até mesmo na tentativa de ser elogioso o preconceito pode aparecer, como na frase "Que preta bonita!", que nunca é ouvida na versão "Que branca bonita!"; como se a primeira fosse uma exceção à regra.

Nosso país, apesar de sua imensa diversidade, talvez seja um dos lugares onde esse mal está mais arraigado, pois praticamos o preconceito velado. Ao contrário dos EUA ou da África, onde se sabe muito bem o que é "território de preto" e "território de branco", fingimos uma naturalidade que vai por água abaixo ao tentarmos fazer uma simples compra numa loja onde, teoricamente, não pertencemos.

Aparentamos ser um povo muito justo, desde que o negro continue nas favelas e escolas de samba, o nordestino nas portarias e na construção civil, o gay no salão de cabeleireiro, a gorda não sente ao seu lado na lotação e os mendigos debaixo dos viadutos. Sim, somos uma nação preconceituosa! E como todo processo de cura, o primeiro passo é admitir essa verdade. Caso contrário, continuaremos com nossos sorrisos amarelos e nossas máscaras de aceitação fantasiando essa hipocrisia.

6 comentários:

  1. Gostei do Blog, parabéns!
    Já estou seguindo!

    http://futeblog-blogmaster.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Eu concordo inteiramente com o teu texto, Fábio. Pessoalmente, não acredita que exista pessoas sem preconceito porque não acho que exista alguém que saiba de absolutamente tudo a ponto de opinar sobre qualquer assunto sem reproduzir estereótipos. O que acaba diferenciando as pessoas, pra mim, é o interesse que elas têm em aprender mais, assumirem que estão em constante aprendizado e admitir que sim, podem ser preconceituosas em determinados momentos e assuntos.

    Beijos.

    http://hey-london.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Verdade, essa história de que não se tem preconceito é puro mito, todo mundo tem preconceito com alguma coisa independente do que for, o ser humano tem sempre algum motivo para falar mal de alguma coisa, muito bom o texto!

    http://rapeidanet.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Gostei bastante do blog e gosto de ver quando alguém aborda assuntos assim com veracidade.
    Só não concordo com o termo comumente usado "opção sexual".
    O melhor a se dizer seria "condição sexual" talvez.
    É muito hipócrita ver o ser humano em pleno ano de 2011 (quase 2012) ter esse tipo de atitude recriminatória com alguém por ele ser homossexual, negro, branco, católico, evangélico...
    Se cada um cuidasse da própria vida e respeitasse os outros, independente de qualquer coisa, o mundo seria mais justo e digno.


    Segue de volta e comenta por favor? *-*
    www.luliskd.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Concordo Plenamente...

    as pessoas tem preconceito em ter precoceito.

    Bom blog

    http://fatos-em-foco.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. É verdade, todos nós de certa forma
    somos um pouco preconceituosos sim.
    Mas quase ninguém admite isso!

    Muito bom o texto, gostei!

    http://futeblog-blogmaster.blogspot.com/

    ResponderExcluir