quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Eu fui de trem


Domingo passado, resolvi aventurar-me em algo surpreendente e inusitado: ir a Santa Cruz de trem. Bem, a má fama da linha ferroviária do Rio de Janeiro percorre o país, mas como tive uma experiência positiva no carnaval - é claro que estava cheio, mas não esperava menos que isso! -, resolvi dar mais um voto de confiança para a SuperVia.

O percurso era simples: Bonsucesso - Maracanã (transferência) - Santa Cruz. Mas, havia mais de trinta estações e alguns contratempos no meio do caminho! 

É pra chorar!!!

Decidi não ir muito cedo, pois havia desfile do Monobloco no Centro e muitas pessoas iriam para lá de trem. Fui por volta de onze horas. Ao comprar o bilhete, a primeira surpresa: o comboio só passaria ao meio-dia. Se eu não fosse tão cabeça dura e decidido a conhecer esse novo trajeto, teria desistido nessa hora. Esperei pacientemente pelo transporte. Eis que, ao aproximar-se o horário - cumprido pontualmente -, a plataforma começou a ficar cheia. Muita gente saindo do Centro Universitário Augusto Motta, a  UNISUAM. "Alguma prova", pensei eu. 

Adentrei o trem. Fui em pé, mas não estava apertado. O ar condicionado funcionando perfeitamente, assim como meus fones de ouvido, porque ficar ouvindo conversa dos outros no trem já é um pouco demais pra mim! Na estação Maracanã, plataforma enchendo. Foi quando descobri que neste domingo aconteceu a prova para a Comlurb. Dali em diante, todas as estações cheias.

Tudo corria relativamente bem, até chegar a Madureira. A quantidade de pessoas que entrou ali era tão grande que fiquei torto, espremido e, pra piorar, a bateria do celular descarregou! O único consolo ainda era o ar condicionado, que desempenhou bem o seu papel por toda a viagem. E que viagem!!!

Minha sorte foi não ter ficado perto de uma porta com o mapa das estações (como o ilustrado acima) e, dessa forma, não ter a mínima noção de quanto tempo aquilo ainda duraria. A uma certa altura, um indivíduo achou que seria uma boa ideia viajar com as portas abertas, deixando o ar condicionado sair. Juro que torci para que ele caísse nos trilhos! 

Houve momentos engraçados, pois a plebe é rude, mas também é divertida. Alguns exageros, mas nada de funk ou palavrões. A maioria vinha da prova e já estava com a mente e o corpo cansados, tão doidos pra chegar aos seus destinos quanto eu. Mas a viagem foi looooonga... parecia que ia chegar a Tóquio, mas não a Santa Cruz! 

E, nessa brincadeira, foram quase duas horas do meu dia. De ônibus não seria muito diferente. Essa terra é longe pra cacete!!! Resumo da ópera: não escolhi um bom dia para esta experiência, então, não posso tirá-la como parâmetro. Talvez, num domingo normal, o trem esteja mais vazio e a viagem seja mais rápida. O tempo gasto equivale a ir de ônibus, sendo que paguei apenas uma passagem (de ônibus seriam duas) e fui no ar condicionado, o que torna tudo menos pior. Talvez um dia repita esta aventura, mas, na próxima, quero testar o BRT!


18 comentários:

  1. OI FÁBIO!
    UMA BOA EXPERIÊNCIA DE QUALQUER FORMA NÉ?
    ESPERO QUE NA PRÓXIMA ESCOLHAS MELHOR DOMINGO, ENTÃO.
    ABRÇS
    www.gifscantinhoencantado.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi um experiência, digamos... inusitada! rs
      Abço.

      Excluir
  2. Fábio,
    Essa experiencia vindo para Santa Cruz de Trem (bairro onde moro) no domingo e ainda no carnaval não é tão cheio assim. Imagina quando vier no dia de quando as pessoas saem do trabalho kkk. Mas enfim. Na proxima vez vem de BRT e é uma experiencia muito boa pois o BRT é igual coração de mãe sempre cabe mais um kk.

    Abraço

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
  4. Fabio, bom dia.
    Acabo de chegar a seu blog,
    ja seguindo achei maravilhosa sua coragem
    e fazer novos percursos nos
    tras sempre novidades muitas.

    Lindo me de março pra nós e o aguardo la no
    meu Espelhando.
    Ca
    Bjins
    CatiahoAlc.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não se chega a novos lugares pelos mesmos percursos, não é?!?
      Seja bem-vinda e um ótimo março pra nós!

      Excluir
  5. .

    Se você tivesse se esforçado mais
    teria conhecido Japeri que fica um
    pouco mais adiante. Depois pegava
    uma carona rumo a Miguel Pereira
    para, no percurso, conhecer lindos
    e aconchegantes lugares como;
    Conrado, Arcádia, Governador Portela,
    e se ainda tivesse fôlego ia até Paty do
    Alferes conhecer o Museu da Cachaça
    cravado entre Paty e Miguel Pereira.
    Em Paty eu conheci Avelar, (A prefei-
    tura contratou meu clube). Cheguei de
    paraquedas com dois amigos para festa
    do tomate, inspirada na festa da uva de
    Caxias do Sul.

    Valeria à pena, você ter dado essa es-
    ticadinha.

    Um abraço, amigo.

    silvioafonso




    .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu destino era msm Santa Cruz, mas anotei as dicas! hehehe
      Abs

      Excluir
  6. Que delícia andar de trem!!!!
    A natureza parece ficar mais perto e mais linda!!!!
    Novos percursos, novas estradas para novos rumos ,
    sem esquecer que sempre somos OUTRO a cada dia!
    bjus
    http://www.elianedelacerda.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aqui no Rio não é tão delicioso, mas é sempre interessante.
      Bjo

      Excluir
  7. Fábio, o que importa é que você adicionou mais experiência de vida nesta viagem!
    Tudo é um aprendizado incrível!
    E mesmo que tenha sido demorado, nem foi tão ruim assim não é mesmo?
    Adorei o relato!
    Deixo beijos e desejos de uma ótima semana!! :)))))

    ResponderExcluir
  8. Oi Fábio, saudades amigo ando sumida mas agora acho que tudo entrará nos eixos,não o da sua viagem espero. Mas lendo o seu relato achei legal a sua viagem,um pouquinho longe,mas legal. Já foi pior,antes ñ tinha o ar,o trem variava pra ca....e agente sempre em uma lata de sardinha. Quer dizer eu ñ pós nunca gostei desse meio de transporte, porque tem sempre um engraçadinho que gosta de ficar por trás das meninas e se isso acontecer comigo levo o trem com os passageiros para a delegacia kkkk já imaginou o barraco que seria né? Mas toda a experiência é válida, ainda mais de algo que nunca fizemos, torna-se algo inusitado.amei o texto me imaginei na viagem.
    Bjsss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Q bom q vc tb embarcou nessa viagem comigo! rsss... tô meio sumido, mas retorno em breve. Mas não de trem!!! kkkk

      Excluir