quarta-feira, 30 de julho de 2014

Pecados da língua



Como todo professor de Português, não perco uma oportunidade de divulgar o bom uso da nossa língua. Encontrei essa lista no meio da minha papelada e achei bem útil para todos nós, falantes e escritores nativos.


Dez erros que comprometem a vida social e as pretensões profissionais de qualquer um.

1. Houveram problemas.
"Houve" problemas. Haver, no sentido de existir, é sempre impessoal.

2. Se ele dispor de tempo.
É erro grave conjugar de forma regular os verbos derivados de ter, vir e pôr. Neste caso, o certo é "dispuser".

3. Espero que ele seje feliz e Vieram menas pessoas.
Dois erros inadimissíveis. A conjugação "seje" não existe. E "menos" não concorda com o substantivo, pois é advérbio e não adjetivo.

4. Ela ficou meia nervosa.
"Meio" nervosa. Os advérbios não têm concordância de gênero.
5. Segue anexo duas cópias do contrato.
Atenção para a concordância verbal e nominal: "seguem anexas".

6. Esse assunto é entre eu e ela.
Depois de preposição, pronome oblíquo tônico: entre "mim" e ela.

7. A professora deu um trabalho para mim fazer.
Antes de verbo, usa-se o pronome pessoal, e não o oblíquo: para "eu" fazer.

8. Fazem dois meses que ele não aparece.
O verbo fazer indicando tempo é impessoal: "faz" dois meses.

9. Vou estar providenciando o seu pagamento.
O chamado "gerundismo" não chega a ser erro gramatical, mas é um vício insuportável. "Vou providenciar" fica bem melhor.

10. O problema vai ser resolvido a nível de empresa.
O febrão do "a nível de" parece ter passado, mas ainda há quem utilize essa expressão pavorosa. Na frase em questão, "na" ou "pela" empresa são mais exatos e elegantes.

O texto original você encontra no blog "Só Linguagem".

13 comentários:

  1. Providenciarei também fica bem.
    Acho que o gerúndio só deve ser usado em caso de tempo.
    Ex: "Amanhã durante a tarde estarei corrigido provas" ou seja estará ocupado fazendo alguma coisa neste período.
    Mas não sou uma expert, é apenas achismo.

    ResponderExcluir
  2. Olá Fábio, boa noite!

    Nossa, como eu sou preocupada em não cometer erros de português...
    Muito útil as suas dicas, pois devemos ter muita atenção na escrita.
    Nossa língua pode ter várias armadilhas e por isso que estudar nunca é demais!

    Obrigada e ótimo fim de semana!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conhecimento nunca é demais, né!?! Bom fds pra vc tb!

      Excluir
  3. Fábioooo!! Menino acabei caindo nas mãos de um professor de português....
    Imagino quantos erros de português vc encontra em meus comentários....
    Sou dislexia e pra nós é tão difícil!!! Parece que o nosso cérebro é de ponta cabeça, além de lento.
    Mais valeu amigo de qualquer forma continuarei a te visitar e a te convidar para a votar ok? amo essa interação.

    Bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hehehe... Não se preocupe, o conteúdo me interessa mais q a forma! Volte sempre, sim!

      Excluir
  4. Fábio,
    ótimas dicas amigo, bem lembrado!
    A nossa língua é complexa e muitas vezes cometemos alguns enganos!
    Bom domingo
    bjus

    ResponderExcluir
  5. o Gerúndio é usado a toda hora, dói no ouvido.
    O que o povo mais peca destes são Houveram problemas, para mim fazer e Fazem dois meses. Mas, ainda tem um muito usado que é trezent"a"s gramas de queijo. O grama medida de peso é masculino, logo é trezentos, a grama plantinha aí sim é feminino.
    Grande post.
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Qdo ouço "trezentas" gramas, imagino a pessoa contando capim, rsss.

      Excluir
  6. Tudo isso dói os ouvidos.
    Quase todas que você pronunciou e descreveu abaixo tomara que mude (algumas pessoas) o jeito de falar. Porque é um alivio para os ouvidos mais apurados.

    Viva o Português!
    http://rodrigobandasoficial.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Muito bom compartilhar conhecimento, e espero que as pessoas tenham mais vontade de aprender, quem fala direito geralmente é visto como arrogante.

    ResponderExcluir